Legislativo Tamoios

Frente Parlamentar avalia como indevida a cobrança de pedágio na Tamoios ainda em obras

Na próxima quarta-feira (24), a Frepap (Frente Parlamentar Paulista do Litoral Norte) receberá o presidente da Dersa, Milton Persoli, para tratar das obras do contorno norte e sul, a duplicação da Tamoios, e da atual situação das travessias.

O convite para Persoli foi feito pela Frepap, que é presidida pelo vereador Valdir Veríssimo, de Ilhabela. A reunião será aberta ao público e ocorrerá na Câmara de São Sebastião, às 17 horas.

No encontro serão discutidas questões sobre a travessia de balsa entre São Sebastião e Ilhabela e, também, dos problemas que vem ocorrendo na Rodovia dos Tamoios: constante interdições em seu trecho de serra e paralisação das obras dos contornos Norte e Sul.

O presidente da Câmara de Caraguá, Carlinhos da Farmácia, vai insistir para que a Dersa suspenda a cobrança do pedágio na Tamoios até que as obras de duplicação da rodovia sejam concluída. Segundo entende Carlinhos , a cobrança é indevida pois a estrada ainda está em construção. Confira o posicionamento do presidente da Câmara de Caraguá:

Contornos norte e sul

O trecho que liga Caraguatatuba e São Sebastião é a principal rota de acesso pela Tamoios, por isso foram incluídas no projeto de ampliação da rodovia, ainda em 2012. Com as obras dos contornos norte e sul paralisadas pela DERSA desde julho de 2018 e o contrato com as construtoras rescindidos em março deste ano, o presidente Persoli chegou a informar que pode levar até 8 meses para definir as empresas que retomarão o processo de ampliação.

A obra na Tamoios compreende 119,05 quilômetros, entre eles os trechos: Planalto e Serra, os Contornos Norte e Sul, além de algumas vias de acesso a estes trechos.

Serviço

Reunião da Frepap

Dia 24 de Abril

Local: Câmara Municipal de São Sebastião, na rua Argino, 84, Centro, São Sebastião.

Horário: às 17h.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: