Ilhabela Turismo

Ilhabela vai sediar evento com operadoras e empresas do segmento de viagem

Ilhabela investiu, no início deste ano, em seu reposicionamento dentro do mercado turístico e agora, além de Capital da Vela, a gestão atual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, apostou na divulgação do município enquanto destino de natureza, com a nova marca Ilhabela Vida Natural.

A nova campanha vem ao encontro de um dos maiores eventos de turismo do Brasil, o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade e Convenção Braztoa 2018, a ser sediado na ilha entre 25 e 28 deste mês e, na ocasião, terá a oportunidade de apresentar às operadoras, colaborares e empresas do segmento de viagem do país todo o seu potencial.

O arquipélago oferece muito mais do que sol e praia. Com 84% de Mata Atlântica reservada, abriga mais de 360 cachoeiras, e guaritas com monitoramento das trilhas que dão acesso à elas, contando com profissionais capacitados para instruir os visitantes e proporcionar uma experiência segura e sustentável.

Por ser, ainda, o primeiro município do Litoral Norte a proibir o uso de canudos plásticos e a incentivar, nos eventos mais recentes, a iniciativa ecológica Meu Copo Eco – que comercializa a um preço simbólico o copo fabricado de polipropileno, que possibilita o reuso infinito do produto –, Ilhabela está em posição de vanguarda quando se trata de medidas para combater o descarte de resíduos plásticos nos oceanos e na natureza.

Há também as comunidades tradicionais caiçaras, que são a história e a alma da ilha. Elas coexistem nas áreas de mais difícil acesso do arquipélago, espalhadas pelas ilhas de São Sebastião, Búzios e da Vitória, e vivem quase que exclusivamente da pesca artesanal e agricultura de subsistência, além da produção de artesanato com matéria-prima encontrada na natureza das regiões próximas de onde habitam. As peças produzidas são, muitas vezes, encaminhadas para o comércio local por meio de uma política pública de responsabilidade, que estimula a sustentabilidade incentivando a compra e venda desses produtos.

“Ilhabela tem muito potencial, e temos caminhado cada vez mais para utilizar os recursos e as possibilidades dentro da sustentabilidade da melhor maneira. Por esses e outros aspectos, llhabela se apresenta como perfeita anfitriã para a edição deste ano do Prêmio Braztoa. Em edições anteriores, o evento aconteceu em cidades como Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e São Paulo, dando a esses locais grande projeção nacional no segmento do turismo, e agora é nossa vez de abraçar essa chance”, pontuou o secretário de Turismo, Ricardo Fazzini.

Lembrando que, este ano, o II Fórum Nacional de Sustentabilidade acontecerá no dia 25, juntamente com o SEEDS, um ciclo de palestras ligado ao prêmio Braztoa de Sustentabilidade, cujas apresentações são ministradas pelos próprios jurados do prêmio, especialistas no tema.

Confira abaixo a programação de palestras do SEEDS

“Desafios para a Sustentabilidade do Turismo” | João Paulo Faria Tasso – UNB

“Campanha Mares Limpos” | Fernanda Daltro – ONU Meio Ambiente

“Overtourism: Um novo olhar para um velho problema” | Ariane Janér – Global Ecotourism

Network (GEN)/Latin American Ecotourism Network (LACEN)

“20 anos de turismo sustentável no Brasil: passado, presente e futuro!” | Alexandre Garrido – ABNT/Sextante

“Por uma Política de Estado da Atividade Turística no Brasil” | Fernando Kanni – Senac

Tema a confirmar | Simone de Medeiros Jar – Empetur Pernambuco

Tema a confirmar | Bob Santos – Ministério do Turismo

Tema a confirmar | Ricardo Fazzini – Secretário de Turismo de Ilhabela

“Kasane Call to Action: Uma ferramenta para priorizar ações de produção e consumo sustentáveis no turismo” | Ronald Sanabria – Rainforest Alliance

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.