Litoral Norte Turismo

Verão: Ir à praia fica cada vez mais caro para o turista

Não tá nada fácil para os turistas que frequentam a região pela primeira vez. Para esses turistas de “primeira viagem” ir à praia está ficando cada vez mais caro.

Além dos gastos com o “kit praia”- guarda sol, cadeira, cooler ou isopor e protetor solar, ainda tem os gastos com o estacionamento, a ducha, o uso do banheiro e é claro os aperitivos e a água de coco.

O “kit praia”: uma cadeira de praia custa em média R$ 70,00; o cooler ou isopor, de R$ 30 a R$ 80,00; o guarda sol, de R$ 70 a R$ 180,00; e, o protetor solar, varia de R$ 18 a R$ 50,00. Não vamos computar bonés e nem óculos escuros.

Se for um casal, a despesa mínima será de R$ 260,00 a R$ 300,00.  A partir daí, vem às despesas extras: para estacionar vai gastar de R$ 5,00(flanelinha) a R$ 30,00(estacionamento); o uso da ducha, R$ 3,00, o uso do banheiro nos quiosques, R$ 3,00; a água de coco, R$ 7.00; o sorvete, R$ 5,00; o refrigerante. R$ 5,00; a latinha de cerveja, R$ 6,00; o peixe aperitivo, R$ 60,00.

Se o casal tomar uma água de coco, dois refrigerantes, duas  latinhas de cerveja, comer um peixinho aperitivo e tomar dois sorvetes, gastará R$ 99,00, incluindo o estacionamento(flanelinha), o uso do banheiro e da ducha. Ou seja, somando o kit praia + os gastos na praia: a despesa ficará em torno de R$ 410,00.

Agora, se computarmos a diária do hotel ou pousada, na média R$ 250,00, o casal, mais as despesas com pedágio e combustível, pode se chegar aos R$ 1.000,00. Se o casal for almoçar, pode-se computar uma despesa entre R$ 50 ou R$ 60,00, em qualquer restaurante por quilo na região.

Isso nas praias mais populares de Caraguá e Ubatuba. Nas praias mais badaladas de Ilhabela ou da costa sul de São Sebastião, a despesa é bem maior.

Caso o casal de turistas queira passar um dia, em Ilhabela, terá despesas com a travessia da balsa e com a taxa ambiental.

O preço da travessia até Ilhabela para carro comum custa R$ 19,00, de segunda a sexta e, R$ 28,50, aos sábados e domingos. O preço da taxa ambiental é de R$ 7,50 por veículo. Neste caso, o dia do turista, passará para cerca de R$ 1026,50, ou seja, superior ao salário mínimo estabelecido pelo presidente Jair Bolsonaro, de R$ 998,00.

Em Caraguá, o turista de um dia, aquele que vem de “bondão”, por economia e traz toda a família para curtir a praia, tem que “recolher aos cofres públicos” o valor de R$ 27,40, referente a taxa cobrada pela prefeitura aos turistas que fretam ônibus para passar o dia na cidade.

O turista já acostumado com os preços cobrados a beira mar, gasta bem menos. Compra as bebidas e os aperitivos no supermercado, reduz com isso as despesas feitas nos quiosques. Por isso, cada vez mais gente está levando seu isopor ou cooler para as praias.  Ir à praia não tá nada fácil.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: