Chuvas São Sebastião

São Sebastião: Prefeitura ainda calcula os danos causados pelas fortes chuvas de sexta(25)

A Prefeitura de São Sebastião informou que ainda está calculando os estragos e danos na cidade causados pelas fortes chuvas dessa sexta-feira (25).  Os bairros  mais atingidos foram São Francisco, Morro do abrigo, Topolândia, Itatinga e Varadouro. Todos na região central da cidade.

A Defesa Civil esta em operação vistoriando os imóveis para liberação das casas, e assim autorizar  o retorno das famílias que ficaram desalojadas. Até o momento, 52 pessoas foram desalojadas. Dessas, 26 pessoas foram encaminhadas para a Escola Municipal da Topolândia, onde está sendo concentrado o abrigo para as vítimas. Em outros casos, as famílias foram para casa de familiares.

Segundo a Defesa Civil, dos desalojados,  uma família  é do Morro do Abrigo, que está em casa de parentes, e outras sete são da Topolândia. Uma família já retorna neste sábado (26) para sua casa no bairro Itatinga.  Uma força tarefa com diversas viaturas da Defesa Civil está fazendo rescaldo das residências e ruas afetadas.

A Prefeitura de São Sebastião prestando toda a assistência às famílias desalojadas com a forte chuva de sexta-feira (25).  O Governo Municipal dispõe do programa Aluguel Social, em que custeia por seis meses, podendo ser prorrogáveis por igual período, o aluguel às vítimas, até as famílias terem condições de retornarem para seus imóveis.

A Defesa Civil esta em operação vistoriando os imóveis para liberação das casas, e assim autorizar  o retorno das famílias.  Com as chuvas, muitos  tiveram que sair de suas casas. Até o momento, 52 pessoas foram desalojadas. Dessas, 26 pessoas foram encaminhadas para a Escola Municipal da Topolândia, onde está sendo concentrado o abrigo para as vítimas. Em outros casos, as famílias foram para casa de familiares.

Segundo a Defesa Civil, dos desalojados,  uma família  é do Morro do Abrigo, que está em casa de parentes, e outras sete são da Topolandia. Uma família já retorna neste sábado (26) para sua casa no bairro Itatinga.

A Coordenadoria da Defesa Civil de São Sebastião registrou que o Município entrou em estado de Alerta, depois de seis horas ininterruptas de chuva e 173 milímetros de acúmulo de água. O equivalente a 56% do esperado para todo o mês de janeiro  

O Posto de Saúde do bairro da Topolândia precisou ser interditado. O valor estimado de obras pra recuperação do local em torno de R$ 500 mil. Além dos equipamentos que não foram quantificados ainda, pois a unidade está sem energia elétrica. O forro da unidade cedeu quase que 100%, e a estrutura do telhado está comprometida.

A Creche Meire Vasques dos Santos acabou sendo alagada. Uma equipe da defesa civil, juntamente com o prefeito Felipe Augusto, esteve no local e retirou 12 crianças da unidade escolar transferindo-as para a Creche Maria Fernanda Moraes Mendes, também localizada no bairro Topolândia.

“As crianças foram cuidadas, alimentadas e os pais buscaram seus filhos, agradecendo o pronto atendimento e agilidade da prefeitura. Priorizamos o atendimento a nossas crianças”, disse o prefeito, que foi pessoalmente ao local ajudar na remoção das crianças.

O Governo Municipal reforça que o ponto de abrigo das famílias continua sendo a EM Topolândia, o Centro de Triagem fica no Centro Comunitário da Topolândia e, caso haja a necessidade, o Gabinete de Crise deverá ser instalado no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) também no bairro do Topo.

O Fundo Social de Solidariedade fez a entrega de colchões, alimentos e roupas para estas famílias que estão na unidade escolar. A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) também encaminhou equipe de merendeiras para cuidar da alimentação das famílias que permanecerão no local até que tenham condições seguras de voltar para suas residências.

Pontos de ocorrência – Houve também vários pontos de ocorrência. Na Cigarras a queda de árvore, mas a rodovia logo foi liberada pelas equipes da Prefeitura.

No bairro São Francisco, a ponte próxima ao entreposto de pesca vai passar por avaliação da Defesa Civil para ver se há necessidade de interdição. Em outra rua do bairro, a Gilberto Pedro do Rego, precisará ser recuperada, e já está em avaliação pela Secretaria de Obras.

No Itatinga, a Rua Enilson Soares precisa também de intervenção.  Na Rua Karen Riella Marmo apresenta afundamento na via.

A Coordenadoria da Defesa Civil de São Sebastião registra que o Município entrou em estado de Alerta, depois de seis horas ininterruptas de chuva e 173 milímetros de acúmulo de água. O equivalente a 56% do esperado para todo o mês de janeiro.

As equipes da Defesa Civil estão nas ruas da cidade atendendo as ocorrências que chegam por meio do número 199.

Caminhões e equipes da Secretaria de Serviços Públicos (Sesep) foram logo após a tempestade para  as ruas da região central, fazer o trabalho de  limpeza das vias públicas.

Universitários – Devido a forte chuva a Prefeitura prorrogou o prazo para cadastro e recadastro do transporte universitário até sexta-feira (01/02). Os estudantes interessados em utilizar ou renovar o benefício devem se dirigir a sede da Secretaria da Educação ou a Sub Prefeitura de Boiçucanga portando os documentos solicitados no edital disponível no site da prefeitura.

Doações – O Fundo Social de Solidariedade de São Sebastião está arrecadando doações de toalhas de banho para vítimas das fortes chuvas que atingiram a cidade nesta sexta-feira (25). Também estão sendo arrecadados produtos de higiene pessoal, alimentos, produtos de limpeza e roupas de cama.

Serviço: O Fundo Social de Solidariedade fica na Rua Capitão Luís Soares, 33, Centro. Mais informações (12) 3892-4991.  

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: