Cidades Ubatuba

Comunidades caiçaras bloqueiam entrada de visitantes

As comunidades caiçaras que vivem em praias isoladas no litoral Norte intensificaram o “bloqueio” aos visitantes para se protegerem do coronavírus.

O movimento, que começou em comunidades de Ilhabela, se expandiu nos últimos para nas demais cidades da região.

Os caiçaras estão usando cartazes, painéis e até veículos para impedir o acesso de visitantes as suas comunidades e praias.

Em Ubatuba, por exemplo, moradores das praias da Fortaleza, Camburi e Ubatumirim, entre outras, fixaram cartazes e painéis proibindo a entrada de visitantes.

João Francisco, que vive em Ubatumirim, região norte de Ubatuba, disse que a medida é importante para evitar que o vírus chegue até aos moradores da comunidade.  “Por enquanto, ninguém apresentou sintomas dessa doença, mas se liberarmos a entrada de visitantes ela poderá chegar aqui”, comentou.

Fotos: Reprodução/ Redes Sociais

Muitas comunidades, como Bonete e Castelhanos, em Ilhabela, fecharam seus estabelecimentos, como restaurantes, bares, pousadas e campings e proibiram a chegada de turistas por trilha ou mar.

 

Na Baia de Castelhanos, as duas associações do local, Amor Castelhanos e Castelhanos Vive, solicitaram à Fundação Florestal para que seja impeça o acesso dos turistas até a praia, também como medida para impedir que o coronavírus chegue aos moradores, a maioria, caiçaras.

Em Ilha Grande, em Angra dos Reis(RJ), moradores fizeram um bloqueio no mar para impedir que barcos com turistas atraquem em suas praias. O motivo é o mesmo das demais comunidades caiçaras de Ilhabela, impedir que os turistas levem o risco do coronavírus às comunidades de caiçaras.

Nas cidades, as prefeituras estão proibindo a entrada e estacionamento nas praias. Carros de som, das prefeituras, circulam pela orla, orientando  os banhistas para que deixem as praias.

Em São Sebastião, a prefeitura, desde quinta-feira(19) agentes da defesa civil percorrem as praias orientando turistas a deixarem o local. A prefeitura e a polícia rodoviária multaram cerca de 100 veículos que estavam estacionados em Maresias e outras praias.