Cidades São Sebastião

Felipe Augusto recebe moradores de Barequeçaba que perderam as casas

Por Simone Rocha

Um grupo formado por cerca de 50 moradores de Barequeçaba, que perderam as casas durante as chuvas que castigaram a cidade, em maio desse ano, foram recebidos nessa segunda-feira, pelo prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto.  Eles estiveram no gabinete na última quinta-feira, mas o prefeito estava em um evento em Brasília, no dia anterior e ainda não havia retornado à cidade.

Segundo um dos representantes do grupo de moradores, Alex Sandro da Silva, a reunião serviu para dar mais esperança a todos que estão nessa situação e tirar um pouco a preocupação que eles têm com o futuro, pois de um dia para o outro tiveram seus lares interditados pela Defesa Civil, devido as rachaduras e possíveis riscos de desabamento.

“O prefeito contou que a compra de uma área para a construção das casas está em andamento, mas depende de outros órgãos, como o governo estadual, que deve destinar a verba para a construção dessas casas”, informou
Alex. Uma nova reunião para informar os avanços na negociação da compra do terreno e início da construção das casas ficou agendada para o dia 20 de janeiro de 2020.

“Ficamos satisfeitos com a reunião de hoje. O prefeito passou bastante segurança para todos nós, mostrou que a prefeitura está se movimentando no sentido de resolver nosso problema. E pela explicação dele pudemos ver que tudo está sendo encaminhado”, afirmou.

Das cerca de 40 famílias afetadas algumas já tiveram a situação resolvida. Uns aceitaram um apartamento em Caraguatatuba e outros estão em casas populares, em Barequeçaba, mas essas residências não foram suficientes para todas as famílias, sendo que o restante recebe uma ajuda de custo mensal no valor de R$ 990,00 para pagar os aluguéis das casas em que vivem atualmente, enquanto as novas casas não são construídas.

Várias casas foram afetadas pelas chuvas no bairro

Os moradores afetados são os que tinham residências nas ruas Genciano Felipe Bueno e Casimiro de Abreu, e que após um período de chuvas, em maio desse ano, perderam os imóveis porque o solo cedeu e causou rachaduras nas residências.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: