Caraguatatuba Cidades

Inaugurado há cinco dias, Hospital Regional ainda não recebeu paciente de Covid-19

No Hospital Regional uma enfermeira está em isolamento por suspeita da covid-19

Até o final da tarde de ontem, quinta-feira(2), nenhuma das prefeituras da região havia solicitado a internação de paciente com suspeita ou infectado por coronavírus. O hospital,  inaugurado na segunda-feira(30), para atender exclusivamente Covid-19, permanecia ocioso.  Segundo a direção do estabelecimento,  360 funcionários, 60 deles da área médica, permanecem à disposição e preparados para o atendimento, mas ainda não apareceu nenhum paciente

Por Salim Burihan

Inaugurado as pressas pelo Estado, na última segunda feira(30),  por pressão dos prefeito do Litoral Norte devido a pandemia do coranavírus, o Hospital Regional de Caraguatatuba, até o final da tarde de ontem, quinta-feira(2),  não tinha recebido nenhum paciente de covid-19.

Os 20 leitos liberados pelo hospital, dez deles de UTI, todos exclusivo para pacientes de Covid-19 permaneciam vazios. São leitos com respiradores e modernos equipamentos e com o corpo clínico à disposição.

Os 360 profissionais contratados, 60 deles médicos e enfermeiros, permaneciam preparados e à disposição, mas nenhum sinal de pacientes.

O Hospital Regional de Caraguatatuba que custou R$ 188 milhões é considerado o mais moderno e melhor equipado entre todos os demais do estado.

Hospital Regional de Caraguatatuba é considerado o mais moderno do estado. Fotos: Governo do Estado de São Paulo

Um dos representantes do Hospital Regional, Gustavo Cursino, explicou que as internações são feitas apenas através do CROS(Central de Relação de Ofertas de Serviço de Saúde) e que nenhuma internação teria sido solicitada, até o final da tarde de ontem, para paciente de covid-19 das cidades do Litoral Norte.

“Fomos consultados para atender alguns casos, mas nenhum deles relacionados ao coronavírus e não pudemos aceitar. Neste momento, atenderemos exclusivamente casos suspeitos ou graves de Covid-19 encaminhados pelas cidades de Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela. Estamos aguardando e prontos para o atendimento”, disse Cursino.

Segundo a avaliação dele, ainda devem existir vagas nos leitos dos hospitais das quatro cidades da região, por isso, nenhuma solicitação teria sido feita(até ontem) pelas prefeituras.

Cursino informou que todos os acessos ao hospital foram fechados e placas instaladas, informando que o hospital, que está aberto 24 horas por dia, só está atendendo casos de Covid-19.

Leito ainda vazio no Hospital Regional de Caraguatatuba

Cursino disse ainda que logo após pandemia de coronavírus o hospital será totalmente aberto para atender casos de alta e média complexidade.

Tudo através do CROS, Segundo ele, aos poucos o número de leitos será ampliado e mais pessoas serão contratadas para atender a demanda do hospital.

Cursino estima que cerca de 1.200 profissionais devem ser contratado pelo Instituto Sócrates Guanaes, que administra o Hospital Regional.

A ala de oncologia, um pedido feito pelo prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Júnior, deverá ser concluída até o final do ano.

A região tem 156 caso suspeitos de covid-19, dois casos confirmados da doença e investiga dez mortes pelo vírus. Ubatuba tem 63 casos suspeitos; Caraguá, também, 63; São Sebastião 20 casos; e, Ilhabela, dez .

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: