Cidades São Sebastião

Mais de 40 unidades escolares foram alvos de vandalismo este ano em São Sebastião

Vandalismo atrasa obras da nova Creche do Varadouro em São Sebastião

Segundo informou a Prefeitura de São Sebastião, de maio de 2017 até novembro deste ano, mais de 40 unidades escolares sofreram atos de vandalismo e até furtos.
Na relação de unidades vandalizadas constam sete creches – como a Maria Leonarda, na Topolândia, e a Diva Bernardino, no Canto do Mar –; seis EMEI’s – como a Peteleco, no bairro São Francisco, e a Peixinho Dourado, em Maresias –; e 11 escolas municipais, além do Centro Integrado Profissionalizante (CIP), na Topolândia.
Na última sexta(29), o prédio da nova Creche do Varadouro, bairro da região central do município, foi novamente alvo de furto e vandalismo. Os vândalos além de danificarem a creche furtaram parte das esquadrias de alumínio e outros objetos da unidade escolar.

Creche havia sofrido vandalismo em novembro

O imóvel já havia sido invadido no início de novembro, na ocasião criminosos chegaram a levar uma porta de alumínio, além quebrarem vidros e roubarem luminárias e fios elétricos da unidade.

Dessa forma, a obra que já estava em fase final, deve levar mais tempo para ser entregue à população, uma vez que diversos materiais terão que ser repostos e as instalações reformadas.

Segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), os possíveis autores do crime já foram identificados e a GCM segue com investigações para encontrar os envolvidos. A Prefeitura destaca que a segurança do local foi reforçada com apoio da Guarda Patrimonial.

Crime de Vandalismo

De acordo o Código Penal brasileiro, no artigo 163, vandalismo é crime e o autor do delito fica sujeito a prisão e multa, por danos ao patrimônio público. A pena varia de seis meses a três anos de detenção, além das agravantes.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: