Cidades Coronavírus

Prefeituras capacitam seus agentes de saúde sobre o coronavírus

Agentes de Saúde recebem capacitação em São sebastião

As prefeituras do Litoral Norte estão se mobilizando para combater a possível chegada do coronavírus em nossa região. Os profissionais da área da saúde estão recebendo capacitação e orientação sobre o novo vírus. Os casos suspeitos do Corona Vírus, terão o material é coletado e encaminhadas para o Instituto Adolfo Lutz, que é a referência no Estado para a confirmação ou não do contágio. Ainda não foi registrado nenhum caso suspeito na região.

São Sebastião

A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Saúde (SESAU), realizou uma capacitação e orientação para profissionais da rede de saúde, sobre a adoção de medidas preventivas contra o novo coronavírus (nCoV).

A ação foi realizada para os enfermeiros e médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), para as equipes de porta de entrada do Hospital de Clínicas de São Sebastião (HCSS), e do Pronto Atendimento (PA) de Boiçucanga.

A capacitação, ministrada pela equipe de controle de infeção hospitalar, abordou o surgimento do vírus; o modo de transmissão; os procedimentos para o diagnóstico; além de orientações a respeito do fluxo de notificação para a investigação e isolamento, em casos suspeitos do vírus.

A Secretaria de Saúde informa que em casos suspeitos do Corona Vírus, o material é coletado nas unidades básicas de saúde do município e todas as amostras são encaminhadas para o Instituto Adolfo Lutz.

Em São Sebastião, a Vigilância Epidemiológica monitora a situação através dos Boletins Epidemiológicos emitidos diariamente pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

Além disso, a Vigilância em Saúde do município já encaminhou às unidades de saúde da cidade uma ‘Nota Informativa’ com recomendações para que os profissionais adotem medidas preventivas, seguindo orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A Prefeitura ressalta que a vigilância do novo coronavírus, assim como de qualquer outra doença transmissível, nos pontos de entrada dos portos, aeroportos e fronteiras é de responsabilidade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), entretanto, adota todas as medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde para notificação de casos suspeitos da doença. Para dúvidas e esclarecimentos, entre em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone (12) 3891-3404.

Caraguatatuba

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Saúde, informa que todas as Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) Centro, Norte e Sul, Casa de Saúde Stella Maris, Hospital Santos Dumont e Clínica São Camilo podem atender os pacientes com sintomas da doença e realizar a coleta de amostras de secreção nazo-orofaringea. Estas amostras serão encaminhadas para o Instituto Adolf Lutz, em São Paulo, que é a referência do Estado para diagnóstico positivo ou negativo para a doença.

Ubatuba

A Prefeitura de Ubatuba informou que os exames de Ubatuba são realizados no Instituto Adolpho Lutz, que é o laboratório de referência no Estado de São Paulo. A coleta é feita aqui mas o exame é processado pelo Adolpho Lutz.

Ilhabela

A Prefeitura informou que o teste não é feito pelo município, quem faz é o instituto Adolpho lutzr, em São Paulo. Se tiver suspeita, é colhido o material pelos agentes de saúde e enviado para o instituto para fazer o exame.