Cidades Coronavírus

Sato decide controlar e limitar entrada de pessoas em Ubatuba

Com cinco casos suspeitos de coronavírus, o prefeito de Ubatuba, Délcio Sato, após uma reunião na tarde desta segunda-feira(16), com representantes da Associação Comercial, da Associação de Hotéis e Pousadas e OAB(Ordem dos Advogados) , entre outras entidades, decidiu efetuar um controle nas entradas de sua cidade a partir desta terça-feira(17) para evitar a chegada da doença em seu município.

Segundo Sato, agentes da Saúde, Guardas Municipais e policiais estaduais e federais deverão ficar a postos nas três entradas da cidade, a rodovia Oswaldo Cruz, que da acesso até Ubatuba e na Rio-Santos, na ligação entre Ubatuba e Caraguá e Ubatuba a Paraty.

O prefeito não detalhou bem o que será feito nas entradas da cidade. O prefeito não detalhou que tipo de abordagem será feita. Se os veículos serão parados e seus ocupantes questionados sobre a doença ou se será feita uma cmapnha apenas de orientação e conscientização sobre o coronavírus.

Sato disse que não será impedida a entrada das pessoas em Ubatuba, mas que ela deve ser restrita apenas aos turistas que pretendem passear e descansar no município.

Segundo ele, tal medida deverá evitar a chegada do coronavírus no município. Ele disse ainda que terá novas reuniões com representantes do comércio, hotelaria e OAB e que novas medidas deverão ser adotadas nos próximos 15 dias.

O prefeito já cancelou eventos, as aulas devem ser suspensas a partir do dia 23 e limitou o acesso do público nas repartições públicas.