Caraguatatuba Comportamento

Moradores transformam matagal em praça com árvores frutíferas em Caraguá

Quem passa pelo local não imagina que os moradores até aterraram a área

Por Simone Rocha

Há cerca de seis anos um grupo de moradores do bairro Martin de Sá, em Caraguatatuba, transformaram uma antiga área de matagal em uma praça aconchegante, com diversas árvores frutíferas e até com duas mesas e cadeiras para aquele bate-papo entre os vizinhos e amigos. “Aqui era um depósito de lixo e entulho, até que um morador do prédio, o Mário Villani começou a cuidar dessa área e ele foi motivando os demais a recuperar o local”, lembra Rogério Caliari, um dos cuidadores atuais da praça. Quem passa pelo local não imagina que os moradores até aterraram a área. “O chão aqui era todo desnivelado e cheio de buracos. Um barranco caiu nos fundos de uma residência aqui na rua e tivemos a ideia de usar a terra para nivelar a praça”, relembra Rogério.

Até gramado a praça ganhou. Os moradores souberam de uma construção próxima que havia desprezado uma quantidade boa de grama e foram até lá buscar de carrinho de mão. “Demos várias viagens, mas valeu a pena! ”, comemora Edésio Arantes, mais um dos moradores que auxiliam no cuidado do local. A poda da grama é feita de 15 em 15 dias pelos voluntários, que são os que mais costumam utilizar o local, que tem até duas mesas, com cadeiras e bancos. “Tudo o que tem aqui nós encontramos na rua, como as mesas, as cadeiras e os bancos. Alguém acaba avisando a gente que tem algum material e nós vamos pegar, seja a pé, de bicicleta ou de carrinho de construção”, explica Rogério ao falar de como as mesas e cadeiras foram parar na praça.

O local tem diversas árvores frutíferas, como pés de bananas, de manga, de amora, de mamão, além de mandioca, Orapronobis, que pode ser utilizada de diversas maneiras, cravo e pitanga, entre outras. “Tínhamos uma horta aqui antes, mas as pessoas que passavam na rua arrancavam tudo sem conhecimento, como a salsinha, que pode ser colhida mais de uma vez, se não arrancar a raiz. Daí desanimamos porque nem chegávamos a consumir o que plantávamos. Mesma coisa ainda acontece com os cachos de bananas, algumas pessoas levam ainda no início, de forma que não dá nem para consumir a fruta, os maracujás também levavam ainda brotando”, relata Edésio.  Os passarinhos são moradores ‘vips’ da praça. Ganharam espaços onde recebem alimentação diária e com isso fazem do local uma orquestra a céu aberto durante todo o dia, principalmente pelas manhãs.

Ficou curioso para conhecer a praça? Ela fica na antiga rua Bandeirantes, que agora se chama Irineu Mendes de Souza,  com a rua Raposo Tavares, no bairro Martin de Sá.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: