Educação Ambiental Litoral Norte

Aquário de Ubatuba oferece capacitação aos profissionais da Educação

Professores de Ubatuba tiveram uma experiência das mais interessantes. Participaram de uma capacitação no Aquário de Ubatuba. Inicialmente, foram 51 professores, mas tudo indica que novas turmas de educadores de Ubatuba e das demais cidades vizinhas deverão ter essa oportunidade profissional das mais valiosas, principalmente, para uma região que vive e depende do turismo e onde a preservação ambiental é de grande importância.

professores de Ubatuba na capacitação realizada no Aquário

O objetivo da formação é que os mestres sejam multiplicadores de conhecimento e de educação ambiental para os alunos. A iniciativa é realizada gratuitamente pelo Aquário de Ubatuba e acontece duas vezes ao ano. O curso é dividido em dois dias: primeiro a parte teórica e depois a prática e, com isso, os professores aprendem tudo sobre o circuito e no final recebem um certificado. Não há validade para o mesmo e os professores, após capacitação, podem trazer os alunos gratuitamente para as visitas e demonstrar, na prática, o que ensinam em sala de aula.

O grupo de professores de Ubatuba esteve no Aquário, nos dias 8 e 9 deste mês. E, a maioria dos profissionais da educação aprovaram a iniciativa. A professora Thaís Araújo, da Escola Municipal Presidente Tancredo Neves, recomenda o curso para todos os docentes.

“É muito importante o trabalho que o Aquário realiza e todo conhecimento que é passado para nós enquanto representantes das escolas públicas. Eu adorei conhecer, principalmente a missão do Aquário com a Educação Ambiental”, reforça a docente.

Já o professor Thiago Baião, da E.M.Maria Carpinetti, acredita que é importante ter o máximo de professores participando e sendo multiplicadores.

“É uma excelente iniciativa do Aquário, que é um estabelecimento privado, mas se preocupa em promover essa formação gratuita aos professores para que tenham a oportunidade de trazer seus alunos gratuitamente e desfrutar de todos os espaços que são bem explicativos”, conclui Baião.

O Aquário de Ubatuba realiza a capacitação de professores há anos e sabe a importância da responsabilidade social que possui. Para o oceanógrafo Hugo Gallo Neto, diretor do Aquário de Ubatuba e presidente do Instituto Argonauta, esta é uma das formas que o Aquário disponibiliza sua estrutura e recursos em benefício da cidade, contribuindo para educação social e viabilizando a entrada
de muitas crianças que de outra forma não teriam recursos para a visita. Só em 2018 foram mais de 3.000 crianças de escolas públicas de Ubatuba e região que vieram gratuitamente ao Aquário de Ubatuba.

“Porque, ao contrário daquela velha máxima que diz ‘o que os olhos não veem o coração não sente’, o Aquário de Ubatuba acredita quê o que os olhos veem o coração sente e, assim, a gente consegue sensibilizar as pessoas quanto à preservação”, complementa o diretor. Recentemente Hugo Gallo recebeu a secretária de Educação de Ubatuba, Pollyana Gama, e a conversa foi muito produtiva, aumentando a parceria entre instituição e cidade. O projeto para o próximo ano prevê a produção de material pedagógico do Aquário de Ubatuba em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação e que poderá ser explorado antes, durante e depois a visita, melhorando o aproveitamento das crianças.

Aquário

“A educação Ambiental é uma das prioridades no Aquário de Ubatuba. Aqui aplicamos o conceito de edutainment (do inglês a fusão das palavras education = educação + entertainment=entretenimento), permitindo que os visitantes, ao mesmo tempo em que se descontraem em um passeio, aprendam e passem a valorizar e respeitar nossa biodiversidade aquática e marinha,” destaca Hugo.

Oceanógrafo Hugo Gallo: missão do aquário é oferecer entretenimento e educação ambiental

O Aquário abre todos os dias da semana, inclusive, aos domingos. O Aquário de Ubatuba foi o primeiro Aquário a ter um tanque de águas vivas e de contato no Brasil. Ainda é premiado e reconhecido por iniciativas práticas de conservação e por ter sido a primeira instituição a colocar em exercício iniciativas sustentáveis.

O Aquário possui um Pinguinário que abriga animais da espécie Spheniscus magellanicus, conhecidos como Pinguins-de-Magalhães, resgatados nas praias da região, onde as crianças podem ter a chance de participar da alimentação interativa. Há também uma galeria de água doce e salobra com 24 mil litros, que representa o igapó e o manguezal, abrigando variadas espécies. Hoje possui um circuito de visitação composto por 19 recintos com mais de 350 animais e cerca de 100 espécies diferentes. Sempre com novidades, nessa temporada inaugurou o tanque do Costão Rochoso, a nova atração do circuito que conta com surpresas interativas como ondas, sons e cenografia primorosa.

O Aquário oferece programações educativas, principalmente para as crianças que participam de atividades recreativas que estimulam o aprendizado e a criatividade. Atende ainda, sem nenhum subsídio, crianças de escolas públicas de Ubatuba gratuitamente, mediante a capacitação dos professores.

Justamente por todo trabalho realizado de educação ambiental, de pesquisa e conservação das espécies, que o Aquário de Ubatuba foi reconhecido  pela Wild Welfare Worldwide (uma das mais respeitadas instituições que visam o bem-estar animal no mundo), para receber o certificado de Bem-Estar animal emitido pela instituição. É, ainda, reconhecido como um dos melhores aquários da América do Sul e do Brasil pelo site TripAdvisor e considerado uma das melhores opções de lazer educativo no litoral de São Paulo.

O local conta ainda com um bar – o Aquabar – que oferece petiscos e drinques com vista privilegiada para a Praia do Itaguá, além de uma Loja com diversas opções de produtos na linha sustentável.

 

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: