Esportes

Atleta de São Sebastião conquista 1º lugar em Campeonato Brasileiro de Stand Up Race

Divulgação

Divulgação

Nos três tiros da prova, o sebastianense ficou em primeiro com larga vantagem dos demais competidores

Por Ricardo Hiar

O atleta sebastianense Jorge Mesquita, 31 anos, trouxe mais um título para o município na última semana. Ele ficou em 1º lugar durante participação no Campeonato Brasileiro de Stand Up Race, realizado na cidade de Imbituca, em Santa Catarina. Outra atleta do município, Aline Abade, também foi bem e ficou em 2º lugar na categoria feminina.

De acordo com Mesquita, treinar em Maresias foi um fator bastante importante para obter os bons resultados. “A disputa ocorreu na praia de Ibiraquera, que tem ondas. Então, como treino em Maresias, que também é agitada, consegui superar com mais facilidade os obstáculos que a prova apresentou”, explicou.

O atleta conta que as provas ocorreram em dois dias e, nos dois dias, sua vantagem sobre os demais competidores foi considerável. Ele diz que a prova foi bastante técnica, na qual todos os participantes precisavam atravessar ondes e fazer um percurso que incluía balizas em boias. “Tinha muito vento, o que dificultava ainda mais a remada, mas os treinos me ajudaram a terminar invicto”.

Para essa etapa mais recente, além do apoio do treinador, Thiago Giaconelli, ele recebeu apoio do Alemão de Maresias, que emprestou a prancha, da Pousada Mandala e da Back Fish.

Agora, o sebastianense se prepara para competir no próximo circuito, que ocorrerá no Rio de Janeiro na próxima semana. Apesar disso, ele fala das dificuldades de participar das disputas e encontrar patrocínio na região.

Jorge Mesquita migrou do surfe para o stand up este ano e, apesar do pouco tempo, tem se destacado e obtido bons resultados nas provas em que participou. Numa etapa de Ubatuba, por exemplo, ficou com a terceira colocação.

Ele acabou não indo a duas importantes disputas por falta de recursos. “Tenho usado uma prancha emprestada, porque ainda não tenho como comprar a própria prancha, e não pude ir para as etapas em Cuiabá e Salvador porque não consegui patrocínio e não tinha como custear essas despesas”, completou.

O atleta espera conseguir algum patrocínio para aumentar sua participação em competições e as chances de obter mais títulos. Interessados em oferecer algum apoio ou patrocínio, podem entrar em contato pelas redes sociais, no endereço www.facebook.com/jorgenaonda

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!