Geral Ubatuba

Grupo católico denunciado no “Fantástico” tem mosteiro em Ubatuba

O Fantástico, programa da TV Globo, exibiu uma matéria especial na noite de ontem, domingo(20), sobre o grupo católico Arautos do Evangelho. O grupo possui um mosteiro em Ubatuba, na Praia da Maranduba, que transformou-se em atração turística na região.

Segundo a reportagem, baseada em entrevistas feitas com mais de 20 pessoas, entre ex-arautos, pais de crianças e adolescentes que vivem isolados em seus internatos, o grupo católico é investigado por abuso psicológico, humilhações e assédio em internato de São Paulo. O MP(Ministério Público) avalia denúncias feitas por um grupo de 40 pessoas contra o grupo católico, segundo a reportagem da Globo.

Outro Lado

Segundo os Arautos do Evangelho, a perseguição jornalística contra os AE teve início com um grupo de ex-membros ressentidos e meia dúzia de pais e  mães que não entendem a vocação religiosa dos filhos. A esse grupo começou a se juntar o bas-fond da sociedade. Portais de comunicação, revistas falidas, lunáticos que veem em cada padre um abusador, em cada bispo um cúmplice. Segundo o AE, agora a Rede Globo, une-se à quadrilha também.

O AE destaca que os depoimentos colhidos pela mídia corrompida, quando não são anônimos, são simplesmente desprezíveis. O AE alega ter informações sobre quem promove a farsa na perseguição midiática contra o grupo. E, matérias em sua rede social, para quem deseja saber mais sobre a origem da quadrilha anti-arautos.

Arautos

Este grupo católico conservador surgiu em 1999 com o rompimento com outra sociedade conservadora, a TFP, que defende a tradição, a família e a propriedade. Hoje, a associação tem 15 colégios no Brasil, com cerca de 700 alunos. Os arautos usavam túnicas, correntes e botas de cavalaria.

Ubatuba

O grupo possui desde 2010 um mosteiro em Ubatuba, conhecido como “Mosteiro dos Arautos do Evangelho de Maranduba” ou “Castelo dos Arautos do Evangelho“, no bairro da Maranduba, região sul da cidade.

O grupo obteve, em 2004, autorização do Condephaat(Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico e Turístico) para construir o “ castelo”, que fica nas encostas, entre a Maranduba e a Praia do Pulso, que dá acesso a praia da Caçandoca, sem causar danos ao meio ambiente local.

O mosteiro ficou fechado ao público até 2010, quando foi vendido para os americanos da Sunrise Homes International, um grupo que constrói casas para estudantes em Santa Bárbara, na Califórnia.

O Mosteiro possui arquitetura gótica e medieval e está construído em uma área de quase 9 mil metros quadrados. Tem mais de cem cômodos, torres com guaritas e enormes portões de 8 metros de altura.

O prédio possui vitrais e um jardim com 13 réplicas dos profetas, obra de Alejadinho. Trata-se de um belo retiro espiritual, onde acontece missas aos domingos, abertas ao público.

As missas acontecem às 8h00, 10h30 e 16h30 com tradicionais cantos gregorianos e parte dela celebrada em latim. O mosteiro transformou-se em atração turística na região. Centenas de moradores, veranistas e turistas prestigiam as missas no local.

Para se chegar até o mosteiro é preciso pegar uma estrada de terra, no Km 77,5 da Rio-Santos, que dá acesso até a Praia da Caçandoca. O percurso é de 2 quilômetros até o mosteiro.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: