Caraguatatuba Geral

Operação de Promotoria e da PM prende procurador jurídico da Câmara de Queluz em Caraguá

divulgação

Tito Mollica é investigado por tráfico de drogas e condutas afins

Comandada pela Promotoria de Justiça de Caraguatatuba, uma operação realizada na manhã desta quarta-feira (26) em conjunto com a Polícia Militar prendeu o advogado e procurador jurídico da Câmara Municipal de Queluz, Tito Livio de Almeida Mollica, de 40 anos.  O promotor de Justiça Renato Queiroz esteve à frente da operação.

Mollica foi preso no centro da cidade. Ele é investigado por tráfico de drogas e condutas afins. Havia um mandando de prisão contra o procurador, expedido no dia 29 de março pela juíza Vivian Bastos, de Aparecida. O documento foi emitido com base no artigo 37 da Lei 11.434/06 (Lei de Tóxicos – Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas), que caracteriza como crime “colaborar, como informante, com grupo, organização ou associação criminosa”.

%d blogueiros gostam disto: