Caraguatatuba Geral

Prefeitura desmonta deck da orla do Massaguaçu por medida de segurança

A Prefeitura de Caraguatatuba decidiu retirar parte do deck de madeira, que estava interditado desde 2017, na orla da praia do Massaguaçu, região norte da cidade.

O deck de madeira, construído pela administração anterior, foi danificado pelas ressacas que atingem a orla. A atual administração interditou o deck e aguardava autorização do MPF(Ministério Público Federal) para fazer as obras necessárias no local.

A prefeitura já havia decidido instalar o deck sobre um trecho de acostamento da rodovia Rio-Santos e aguardava recursos e autorização do DER(Departamento de Estradas de Rodagem) para iniciar as obras.

Na semana passada, uma nova ressaca atingiu novamente o deck de madeira. A estrutura ficou muito danificada. A prefeitura optou em retirar a plataforma de madeira devido aos riscos oferecidos aos pedestres, ciclistas e banhistas.

Fotos: Regina Komatsubara

Para garantir a segurança de usuários que circulam pela orla do bairro Massaguaçu, a Prefeitura iniciou nesta segunda-feira (22) a retirada de parte do deck de madeira instalado no local. Cerca de 450 metros de deck estão sendo desmontados.

Segundo a Secretaria de Obras Públicas, todo o material de madeira ecológica será retirado e encaminhado para o pátio da Secretaria de Serviços Públicos (Sesep) para armazenamento e posteriormente reutilização.

O desmonte de 450 metros do deck, além da recolocação do alambrado de proteção, custará cerca de R$ 20 mil e faz parte da primeira etapa da intervenção no local.

A Prefeitura de Caraguatatuba esclarece que será necessária ainda uma intervenção de aproximadamente 650 metros de recuo da Rodovia SP-55 (Rio-Santos) e a instalação de pedras para impedir o avanço da maré. Na rodovia, haverá uma nova pista de rolamento, acostamento e passeio.

O assunto foi debatido ontem, entre o prefeito Aguilar Junior e os representantes do DER,  engenheiro Antonio Moreira Junior e André Jobram. O prefeito aproveitou a reunião para solicitar, também, a possibilidade de intervenção na rodovia para execução de algumas obras de drenagem naquele trecho, com objetivo de amenizar os alagamentos no Massaguaçu, Jetuba e Capricórnio.

Todos os pedidos serão protocolados junto ao DER em São Paulo. Segundo adiantou a prefeitura, as obras só podem ser executadas após licenciamento e autorização do órgão estadual.

Orla

Deck do Massaguaçu destruído pelo avanço do mar. Foto: PMC

A revitalização da orla do Massaguaçu foi realizada em 2015 a um custo de R$ 2,1 milhões. Somente com o deck de madeira e o bloqueio de pedras para atenuar o avanço da maré foram gastos R$ 765 mil.

À época, a Cetesb recomendou alterações e, um ano depois, em 2016, o trecho do deck foi destruído por uma ressaca do mar.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: