Estradas Geral

Trecho de serra da Tamoios teve 33 acidentes envolvendo caminhões em 2019

O trecho de serra da Rodovia dos Tamoios tem registrado acidentes, principalmente, com caminhões de carga que trafegam em direção ao Litoral Norte. A polícia rodoviária estadual registrou 33 acidentes com caminhões desde o início do ano. Entre as supostas causas dos acidentes estão: excesso de velocidade, falta de freios ou imprudência dos motoristas

Por Salim Burihan

Entre janeiro e novembro deste ano foram registrados 33 acidentes envolvendo caminhões no trecho de serra da Rodovia dos Tamoios, que liga Caraguá até São José dos Campos, segundo informou a Policia Rodoviária Estadual.

O trecho de serra vai do km 60, no início da descida da serra até o Km 80, nas proximidades de Caraguá. A maioria dos acidentes ocorre entre os Kms 70 e 79, durante a descida, quando caminhões com carga devem descer em marcha reduzida e, às vezes, os freios falham.

No período, foram 31 acidentes sem vítimas e dois com vítimas. O último acidente no trecho, aconteceu no dia 18 passado, quando um caminhão que transportava 40 mil litros de combustível, perdeu o controle e tombou no Km 79.  O combustível se espalhou pela pista. O motorista morreu carbonizado. Seis viaturas e 18 bombeiros trabalharam no local para controlar as chamas.

Reveja vídeos do acidente ocorrido no dia 18 passado:

Itamar Zaneboni, que trabalhou durante 14 anos no trecho como “socorrista” do DER, afirmou que a maioria dos acidentes ocorre devido a falta de manutenção nos freios dos caminhões e ao cansaço dos motoristas.

“O trecho entre os quilômetros 68 e 80 exige muito dos caminhões e uma descida acentuada. O motorista deve descer em marcha reduzida e evitar o uso dos freios, pois quando precisar deles podem estar desgastados”, disse.

Zaneboni disse ainda que o ideal seria implantar áreas de escape no trecho de serra- áreas livres com brita, para “segurarem” os caminhões quando perdem o freio na descida, equipamentos que existem, por exemplo, na descida da serra da Rodovia Imigrantes.

Segundo ele, a rodovia hoje é muito segura e não oferece riscos como antigamente. “Antigamente, a estrada registrava três acidentes fatais por mês, agora, com as obras esse número de acidentes ocorre por ano. A Tamoios ficou muito mais segura”, finalizou.

Km 79

No Km 79, uma curva sinuosa, vários acidentes foram registrados. Em março de 2007, uma carreta de lixo bateu num veículo e tombou no local.

Em fevereiro de 2008, ainda no Km 79, o motorista de uma carreta, perdeu o controle do veículo e tombou no local. Duas pessoas ficaram feridas levemente.

Em novembro de 2018, um caminhão colidiu contra uma van e um carro de passeio no mesmo trecho. Dezesseis pessoas ficaram feridas. O motorista perdeu o controle na curva e tombou sobre os veículos.

Em outubro deste ano, um caminhão que transportava tintas tombou na curva do Km 79 e o pegou fogo. Não houve vítimas no acidente.

Concessionária

Concessionária ampliou várias curvas na serra

Segundo a Concessionária Tamoios, empresa que administra a estrada, de 2015 a 2018, foram realizadas obras de ampliação de sete curvas localizadas no trecho de serra da rodovia.

As obras foram executadas no km 72,6, km 72,9, km 73,4, km 74,1, km 76,8 além dos kms 79,1 e 79,5. Os alargamentos aumentaram as áreas pavimentadas com objetivo de tornar a viagem mais segura nesses locais.

O alargamento das curvas (que passaram de 11 para 14 metros de largura) teve como objetivo aprimorar suas geometrias, para tornar as viagens mais segura nestes pontos da Rodovia, principalmente para veículos com grandes dimensões, como caminhões e ônibus, e também para motociclistas.

Para executar esses serviços a concessionaria obteve autorização da ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo, pela CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo e contou com a anuência do DeFau – Departamento de Fauna e considerações da Fundação Florestal (responsável pelo Parque Estadual da Serra do Mar). Todos esses órgãos exerceram fiscalização nas obras.

Em relação aos dados de acidentes e considerando o local onde foi registrada ocorrência do dia 18 último,  envolvendo um caminhão de combustíveis (km 79+400), o histórico de cinco anos da Concessionária aponta três ocorrências no local. Segundo a concessionária, as causas dos acidentes devem ser apuradas com a Polícia Rodoviária Estadual.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: