Cidades Notícias Ubatuba

Após protesto, Ubatuba estuda mudanças nas restrições ao funcionamento do comércio

Foto: Renata Takahashi

Desde a terça-feira (19), a prefeita de Ubatuba, Flávia Pascoal (PL) está recolhendo as demandas de diferentes segmentos econômicos para estudar a melhor maneira de atender as necessidades de todos, sem beneficiar alguma em especial e, ainda, sem fugir do que o Plano São Paulo estabelece para a Fase Laranja.

Esses diálogos estão acontecendo também nesta quarta-feira (20). A previsão é que um novo Decreto seja emitido na quinta-feira (21).

Situação de Ubatuba

A Prefeitura informou que o objetivo do Decreto publicado na segunda (18) é o de preservar as vidas e não prejudicar nenhum setor atuante no município. A medida visa conter a disseminação do vírus da Covid-19.

Os dados epidemiológicos da cidade apontam que houve um aumento de 526 casos confirmados desde o primeiro dia do ano.

Até ontem, Ubatuba tem 55 mortes confirmadas das quais sete somente em 2021, registrando, praticamente, uma morte a cada três dias. Atualmente, 18 pessoas estão internadas –  14 em UTI (seis na Santa Casa, oito em outros municípios).

A preocupação é com a capacidade dos equipamentos de Saúde em urgência e emergência de Ubatuba e toda a região do Vale do Paraíba, que já estão próximos da sobrecarga.

A falta de leitos de UTI em outros hospitais impede a remoção de pacientes em estado grave que necessitem ser transferidos.

Manifestação de comerciantes

Na terça-feira (19), um dia após a publicação do decreto da fase laranja em Ubatuba, comerciantes fizeram um protesto contrário a algumas das restrições impostas. A manifestação foi realizada em frente à prefeitura.

*Com informações da Prefeitura de Ubatuba