Cidades Notícias

Com as chuvas de verão, população deve ficar atenta às medidas de combate à dengue

Foto: Agência Brasil

No verão, com as chuvas, há alta na proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O mosquito se reproduz em água limpa e parada.

A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns.

Veja dados sobre a dengue nas cidades do litoral norte paulista.

Caraguatatuba

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde, em 2019 os casos confirmados de dengue chegaram a 3.238. Naquele ano, o município registrou sete óbitos em função da doença.

Já em 2020, Caraguatatuba encerrou o ano com 701 casos confirmados de dengue, e nenhum deles veio a óbito. Ao todo, foram 2.728 notificações. Dessas, 2.025 eram negativas.

Na primeira semana de 2021, a Vigilância Epidemiológica notificou apenas dois casos da doença. Até 6 de janeiro, ambos aguardavam resultado para confirmação.

Ilhabela

Em Ilhabela, segundo a prefeitura, foram confirmados 430 casos de dengue no ano de 2020. Uma gestante diagnosticada com dengue faleceu em março de 2020 no Hospital Municipal Mário Covas.

Em 2021, até o dia 18 de janeiro, foram 88 casos notificados, sendo que 58 foram descartados, 21 estão em investigação e 9 foram confirmados.

São Sebastião

São Sebastião divulga os casos de dengue no mesmo boletim da Covid-19. Porém, apesar de informar a data de atualização do boletim, não há informação sobre a qual período se referem os números.

Segundo boletim atualizado em 19 de janeiro de 2021, foram notificados 3.216 casos de dengue, 367 casos confirmados, 2 casos em investigação e 1 óbito confirmado de não residente no município.

Ubatuba

Em Ubatuba, de acordo com o boletim informativo arboviroses 2021, até o dia 18 de janeiro foram notificados 30 casos de dengue. Um foi confirmado laboratorialmente, tendo como local provável de infecção o bairro da Ressaca, e os outros 29 aguardam resultado do exame.

Os bairros que já tiveram ao menos 1 caso notificado em 2021 são: Bela Vista, Cachoeira dos Macacos, Centro, Enseada, Estufa I, Estufa II, Ipiranguinha, Itaguá, Mato Dentro, Perequê-Açú, Perequê-Mirim, Ressaca, Sumidouro e Taquaral.

Combate ao Mosquito Aedes Aegypti

É importante fazer uma limpeza e verificar regularmente pontos que podem acumular água. Entre as medidas que podem ser adotadas estão esvaziar garrafas e mantê-las com a boca virada para baixo, limpar calhas, colocar areia nos pratos de vasinhos das plantas, tampar tonéis, lixeiras e caixas-d’água e colocar objetos, como pneus e lonas, abrigados da chuva.

*Fontes: Agência Brasil e prefeituras de Caraguá, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba