Cidades Notícias

Incêndios domésticos: Corpo de Bombeiros alerta como prevenir acidentes no inverno

O inverno começou no último dia 21 e consequentemente aumentou a probabilidade de incêndios domésticos. Mas seja no céu, na terra, em meio ao mar ou no fogo, o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo sempre está pronto para proteger a população e dá dicas para prevenção de acidentes.

Com a chegada dos dias frios, aumenta o uso de lareiras, fogão à lenha, aquecedores e de outras ferramentas usadas para se esquentar, confortar os ambientes e fazer atividades cotidianas. Mas é necessária cautela no manuseio destes e outros tipos de equipamentos para evitar queimaduras ou incêndios. Em 2020, foram registrados 3.280 incêndios domésticos em São Paulo. De janeiro a maio deste ano foram 1.023.

O ideal é utilizar equipamentos testados e aprovados pelos órgãos competentes e com a manutenção sempre em dia. Os aquecedores, sejam eles elétricos, a óleo ou a gás, devem ser instalados isolados, afastados de móveis como sofás, cortinas, almofadas e camas, e em locais permanentemente arejados como áreas de serviço com janelas, sacadas ou quintais. Caso perceba cheiro de gás, por exemplo, desligue o sistema e chame com urgência o serviço de manutenção.

No caso da utilização de forno ou fogão a lenha, o Corpo de Bombeiros orienta para que não se coloque lenha em excesso e uso sempre material próprio, evitando madeira industrializada ou tratada quimicamente. Sempre apague a chama antes de dormir ou ao sair de casa e nunca deixe o local sem antes se certificar que o fogo está extinto.

Para lareira especificamente é sugerido tela metálica para evitar que fagulhas sejam propagadas fora do local de queima. Além disso, sempre mantenha entradas de ar nesses tipos de ambientes com aquecedores ou fogo. O ar precisa ser renovado para evitar intoxicação com monóxido de carbono ou asfixia a partir consumo de oxigênio do ambiente.

O que fazer em caso de incêndio

Ao se deparar com qualquer uma das situações de incêndio descritas acima é necessário identificar a situação, retirar as pessoas do local – sempre por escadas de emergência, acionar o Corpo de Bombeiros por meio do telefone 193, desligar a energia elétrica e o gás.

Em seguida, aguarde os Bombeiros, sendo que ao acioná-los tente fornecer as seguintes informações: se há vítimas e onde estão; quais os melhores acessos até a região, qual o local exato da emergência e a provável causa do incêndio.

Evitando outros incêndios domésticos

A maioria dos incêndios domésticos acontece por pequenos descuidos, por isso, nunca deixe panelas no fogo ou forno sem supervisão de adulto. Não deixe crianças brincarem na cozinha e lembre-se que materiais de metal ou alumínio nunca devem ser usados nos fornos de micro-ondas.

Além disso, não deixe isqueiros, velas ou caixas de fósforos ao alcance de crianças. As velas, por exemplo, devem ser acendidas dentro de prato fundo com água para evitar qualquer risco. Além disso, nunca as deixe perto de cortinas ou utilize materiais combustíveis como apoio. Hoje em dia há luzes de emergência que funcionam perfeitamente em caso de interrupção da rede elétrica.

*Fonte: Secretaria da Segurança Pública