Cidades Notícias

Litoral Norte registra aumento nas ocorrências de tráfico de drogas e apreensão de armas

Foto: Polícia Militar

Dados Estatísticos da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo sobre a atividade policial nos municípios do Litoral Norte mostram que nos primeiros cinco meses de 2021 foram registradas na região 201 ocorrências de tráfico de entorpecentes, 53 armas de fogo apreendidas, 632 prisões efetuadas e 55 veículos recuperados. Comparando com os dados do mesmo período em 2020, houve aumento nas ocorrências de tráfico de drogas (5 a mais em 2021) e no número de armas apreendidas (6 a mais neste ano), mas diminuiu a quantidade de prisões efetuadas e veículos recuperados.

Caraguatatuba

Em Caraguatatuba, entre janeiro e maio de 2021, foram registradas 68 ocorrências de tráfico de drogas, 25 armas de fogo apreendidas, 222 prisões efetuadas e 29 veículos recuperados. Se compararmos com os dados do mesmo período em 2020, houve aumento apenas no número de armas de fogo apreendidas, e redução nos demais indicadores.

Ilhabela

Em Ilhabela, houve aumento em todos os números se compararmos os cinco primeiros meses de 2020 com os dados do mesmo período de 2021. No arquipélago, entre janeiro e maio deste ano, foram 24 ocorrências de tráfico de drogas, 3 armas de fogo apreendidas, 56 prisões efetuadas e 7 veículos recuperados.

São Sebastião

Em São Sebastião, nos cinco primeiros meses deste ano, foram registradas 52 ocorrências de tráfico de drogas, 15 armas de fogo apreendidas, 157 prisões efetuadas e 2 veículos recuperados. Comparando com os dados de 2020, houve aumento em todos os indicadores, menos no número de prisões efetuadas, porém a diferença foi pequena, já que em 2020 foram 158 prisões nos cinco primeiros meses contra 157 em 2021.

Ubatuba

Em Ubatuba, entre janeiro e maio de 2021, foram registradas 57 ocorrências de tráfico de drogas, 10 armas de fogo apreendidas, 197 prisões efetuadas e 17 veículos recuperados. Comparando com dados do mesmo período em 2020, houve aumento em todos os indicadores, menos no número de armas apreendidas (13 armas de janeiro a maio de 2020 contra 10 nos mesmos meses de 2021).