Cidades Notícias Ubatuba

Para conter movimento no ‘feriadão’, Ubatuba quer implementar rodízio de veículos

Movimento turístico na Praia Grande, em Ubatuba. (Foto: Renata Takahashi)

A prefeita de Ubatuba, Flávia Pascoal (PL) fez um apelo em uma live realizada na noite de segunda-feira (22). Ela pediu que as pessoas das cidades que terão feriados municipais antecipados na próxima semana (como a capital paulista e região do Grande ABC) não viajem para Ubatuba neste momento. Além disso, a prefeita anunciou que a Câmara vai votar nesta terça-feira (23) um projeto que propõe implementar um rodízio de veículos com multa de R$ 500,00 em caso de descumprimento.

Flávia justificou a medida afirmando que os municípios do litoral costumam registrar aumento no fluxo de visitantes quando outras cidades decretam feriados para conter a pandemia. “Passem o feriadão nas suas casas, não venham para a nossa cidade neste momento. Nós vamos estar em rodízio de veículos e a sanção vai ser multa”, alertou a prefeita. “As praias estarão fechadas e com fiscalização. Por favor, pedimos encarecidamente, respeitem essas regras.”

Caso seja aprovado, o rodízio de veículos em Ubatuba funcionará no período de 26 de março a 4 de abril, no esquema par e ímpar: veículos com placa de final par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão circular nos dias pares. Carros com placas que terminam em número ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) poderão circular nos outros dias. Dessa forma, os veículos estão liberados para trafegar pela cidade dia sim, dia não. 

O projeto prevê exceções. Não estarão submetidos ao rodízio os seguintes casos: veículos com placa de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela; veículos de abastecimento e entregas; veículos de transporte coletivo; motocicletas e similares; táxis; transportes escolares; guinchos; veículos empregados em serviços essenciais e de emergência, como ambulâncias, policiamento, corpo de bombeiros, defesa civil, veículos militares devidamente identificados, serviços funerários, água, luz, telefone, gás, fiscalização de trânsito e transporte, coleta de lixo, tapa buracos, correios, transporte de combustível, insumos ligados a atividades hospitalares;  transporte de sangue e derivado, órgão, transplantes e materiais para análises clínicas; transporte de material necessário para campanhas de saúde pública; transporte e segurança de valores devidamente autorizado pelo departamento da Polícia Federal; órgão de imprensa; transporte de produtos alimentares perecíveis; veículos especialmente adaptados e unidades móveis para prestação de serviços médicos.

O presidente da Câmara de Ubatuba, Jorginho (PV), manifestou apoio ao rodízio. “É uma medida muito importante, conte com o apoio desta Câmara Municipal, em nome dos vereadores desta casa e se Deus quiser passaremos essa lei que é tão benéfica para a cidade”, disse o vereador.

*Texto: Renata Takahashi / Tamoios News