Geral Litoral Norte Sem Categoria

Estado fará licitação para recuperar trechos com deslizamento na Rio-Santos

A Secretaria de Logística e Transporte deverá abrir uma licitação para fazer as obras necessárias para recuperar os trechos de encostas da rodovia Rio-Santos que deslizaram nas últimas chuvas. Segundo informou a secretaria, os recursos destinados a manutenção e conservação da rodovia não serão suficientes para a realização dos serviços
Por Salim Burihan
,
O assunto não é novo. Temos feito várias matérias sobre as condições da rodovia Rio-Santos, estrada que interliga as cidades do Litoral Norte e, de extrema importância para o turismo na região e, também, para o porto de São Sebastião.
Desde o início do ano, devido as chuvas e a instabilidade das encostas, aumenta a cada dia o número de deslizamentos às margens da rodovia. O usuário da estrada percebe, principalmente, em trechos de serra, as marcas dos deslizamentos, amontoado de terra no acostamento e em alguns locais, cones do DER sinalizando a presença de terra ou galhos de árvore no acostamento.
A Rio-Santos tem dois trechos em obras pelo DER(Departamento de Estradas de Rodagem). Um deles é o Km 118, nas proximidades da praia das Cigarras, em São Sebastião. A interdições ocorridas neste trecho prejudicou o acesso entre Caraguá e São Sebastião e vice-versa.

Km 118, nas Cigarras, situação da encosta ainda preocupa

As interdições no Km 118 causaram transtornos ao moradores, que para se locomoverem tiveram que utilizar barcos colocados à disposição pela prefeitura de São Sebastião.
Comerciantes sebastianenses também teriam sido .prejudicados com as constantes interrupções de tráfego no Km 118, principalmente, postos de gasolina e casas de material de construção
O maior prejudicado com tudo isso foi o porto de São Sebastião. Devido as interdições, navios com destino ao porto sebastianense foram transferido para carga e descarga no porto de Santos. Empresários do ramo portuário(transportes, carga e descarga), exportadores e importadores, contabilizam até hoje os prejuízos
O contorno Sul seria a melhor alternativa para garantir o acesso de caminhões ao porto sebastianense e facilitar a vida dos usuários da rodovia na ligação entre Caraguá e São Sebastião, nessas situações de bloqueio da Rio-Santos, mas as obras estão paradas desde o ano passado. O Estado informou nesta sexta(31) que ainda não foi encontrada uma solução  para a retomada das obras.
Segundo a Secretaria de Logística e Transporte, a prioridade é retomar as obras do Rodoanel, em seguida, as do contornos Sul e Norte da rodovia dos Tamoios.
Outro trecho da Rio-Santos, em obras, é o Km 142, em Toque Toque Grande, na costa sul de São Sebastião, onde as chuvas provocaram rachaduras na pista.

Km 142, em Toque Toque, meia pista e pare e siga devido as obras

Os dois trechos tem operação Pare e Siga devido a execução das obras. No Km 112,  existe ainda o controle de cargas dos caminhões que atendem o porto de São Sebastião.
Quem trafega pela rodovia pode ver queda de talude em vários trechos. Sem condições de fazer obras em todo eles, o DER faz a limpeza da pista e coloca cones para alertar os motoristas.
Os trechos mais afetados por queda de taludes: na ligação entre o bairro da Enseada até o bairro São Francisco, em São Sebastião e o que vai do centro de Caraguá até a praia do Capricórnio.
Existem pequenos deslizamentos no trecho da costa sul de São Sebastião e, também, no trecho entre a Lagoinha e o Perequê-Mirim, em Ubatuba. Os usuários cobram providências por parte do Estado. Temem que possam ocorrer deslizamentos mais graves e uma possível interdição da rodovia.
O Estado, segundo o governador Doria, pretende repassar a rodovia Rio-Santos para a administração da Concessionária Nova Dutra, isso, no entanto, ainda depende de acordo com o governo federal e deve demorar alguns meses.  Até que isso, seja concretizado, é preciso fazer alguma coisa.
Estado
A Secretaria de Logística e Transportes informou que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realizou mapeamento dos pontos onde são necessárias intervenções para contenção ou recuperação de taludes na SP 055. Os elementos técnicos necessários à elaboração do edital de contratação das obras estão sendo elaborados. A publicação do edital será a próxima etapa.
A secretaria informou ainda que  para que sejam mantidas a sinalização adequada nestes locais, o DER providenciou a implantação de cones e o monitoramento diários dos pontos. Sobre Contornos, a Secretaria de Logística e Transportes informa que estuda a melhor forma para retomada imediata das obras dos contornos Norte e Sul da Tamoios.
%d blogueiros gostam disto: